25 de Junho de 2015

Em momentos de crise econômica e mercado enfraquecido – conjuntura que afeta o Brasil hoje, as empresas precisam ser cautelosas e ter em mãos dados concretos que as ajude a tomar as decisões corretas ao traçar estratégias para melhorar a competitividade. Por isso, a previsão é que as soluções de Big Data podem se beneficiar desse período, e crescer: estima-se um incremento do setor de até 40% até o fim de 2015.

O termo, que vem se tornando mais popular e procurado pelas empresas nos últimos dois anos, não é exatamente novo: surgiu em 2005 com o Google e tem como principal objetivo organizar, por meio de plataformas de tecnologia da informação, grande volume de informações gerado nas redes sociais, smartphones, câmeras e sistemas operacionais de empresa, usando-as para a gestão de negócios.

A perspectiva é de crescimento em plena crise, já que, quem tem um negócio vai querer pensar melhor sobre o perfil de seus clientes para fazer eventuais investimentos. Com a análise de dados é possível saber, por exemplo, de que maneira atuar junto ao cliente com um menor risco e custo.

A crise é uma grande oportunidade para o Big Data.

INSCREVA-SE EM NOSSA NEWSLETTER